sexta-feira, 24 de junho de 2011

BOLO PODRE


Esta receita pra mim foi surpreendente, pois depois de testar algumas receitas locais, esta ficou perfeita!
Minha amiga Valquíria que me presenteou esta receita com muito carinho, me explicando passo-a-passo.

Essa semana o Canal Amazon Sat pediu que eu gravasse esta receita de Bolo Podre, como sugestão de receitas de festa junina. Fui atrás para testar a melhor receita. 

Existem algumas receitas que levam ovo, mas para comercializar não é indicado por ser muito perecível.

Então vamos a receita testada e aprovadíssima pelo maridão.

INGREDIENTES:

800g de tapioca DUBOM (esta tapioca faz toda a diferença)
1 litro de leite
1 lata de leite condensado
2 sacos de côco ralado úmido e adoçado (1 saquinho é apenas para decorar)
1 vidro de leite de côco pequeno

 
A receita da Valquíria, levava 1 kg e 1/2 de tapioca mas como essa  tapioca DUBOM é boa mesmo, foi feito apenas com 800g (2 saquinhos de 400g). Estamos sorteando esta tapioca no blog para que vocês possam conhecer essa maravilha. Não precisa acreditar no que estou falando, eu quero que testem esse produto. Existem muitas tapiocas que ficam de molho e parecem pedras e não absorvem o leite.

MODO DE FAZER:

Misture o leite com a tapioca e vá acrescentando aos poucos o restante dos ingredientes. Mexa até ficar um creme homogêneo e leve a geladeira por mais ou menos 30 minutos. Mexa novamente e se achar necessário, deixe mais um pouco na geladeira até ao ponto que dê para enrolar, passe margarina nas mãos e enrole como se fossem brigadeiros maiores. Veja a foto da postagem.

DICA DA VOVÓ: Você podem enrolar as bolinhas desta receita ou servir em pirex com o côco salpicado por cima, como nesta foto:



Esta receita de bolo podre, parece com  nosso cuscuz carioca que vende na praia, a única difrença é que o cuscuz  é feito com água e o leite condensado é servido a parte e  por cima dos pedaços. 
Receita de cuscuz carioca, aqui!


17 comentários:

  1. Que delicia deve ser esse doce!
    porque o nome bolo podre! rs
    É bom demais!!!
    Bom final de semana.
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Nossa Cris, que delicia, adorei....simplesmente adorei, ainda mais por levar tapioca...delicia.

    Bjs

    Andreia Braga

    ResponderExcluir
  3. Que receita maravilhosa! Não conhecia o bolo podre.

    beijão minha querida.

    ResponderExcluir
  4. Já pesquisei o pq do bolo podre Ivani, mas ...não tenho uma resposta convincente...rsrsrs...ele é muiiiito gostoso e essa receita deu super certo. Bom fim de semana pra vc tb.

    Andreia, que bom vc ter adorado, eu tb adorei quando acertei nessa receita.Ontem tentei uma que além de levar ovos, ainda ia ao forno. E não ficou gostosa como essa. Bjs.


    Ana, essa receita é mesmo maravilhosa! Fiquei feliz com a Valquíria que passou a receita sem problemas, ela faz toda noite para o irmão vender no dia seguinte, então essa é a receita mesmo...que legal quando as pessoas se desprendem, né? Eu admiro isso.

    Beijos queridas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na quadra junina esse bolo é muito consumido aqui em Belém do Pará, mas confesso que sempre comi, mas não sabia fazer, peguei a receita com você. Agora falando sobre a farinha de tapioca, você descobriu a NOSSA farinha. Já comi de outros Estados aqui do norte, mas só a nossa é fofinha, parece um isopor. Aproveitem!

      Excluir
  5. Cris, que maravilha de Bolo Podre. Olha, que não são todos que sabem fazer assim gostoso...... Estava uma delicia! Huuuummmmmm!!!!
    Obrigada!
    Bjs
    Fedreka

    ResponderExcluir
  6. Essa receita é famosa aqui no Pará. Sou de Belém, e sempre faço esta maravilha, com uma pequena diferença é que aqui colocamos a mistura em forma de furo no meio e levamos a geladeira até a hora de servir, aí desenformamos e fica uma beleza.

    ResponderExcluir
  7. Bem prá mim bolo podre é feito com tapioca em grãos, mas salgado, assado no forno,é um bolinho que minha mãe sempre faz, desse jeito eu não conhecia!bjs
    Maura

    ResponderExcluir
  8. Oi Fedhra, que bom que vc gostou!

    Olá...que pena vc não ter deixado seu nome para saber mais detalhes da sua receita aí do Pará...obrigada pela visita.

    Maura, se puder, envie essa receita salgada, deve ser muito interessante, né? Adoro receber sua visita, bjs.

    ResponderExcluir
  9. amai a receita,mas eu conheço como bolo de tapioca eu pensei que o bolo podre fose de outro jeito.bjs...

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. O bolo podre é chamado assim porque é feito sem assar e da, mesma forma que o pudim e o cuscuz de tapioca, até aguenta alguns dias fora da geladeira. E como disse a Maura, o costume é colocar em forma com buraco no meio e servir como bolo mesmo. Mas a idéia de enrolar é muito interessante. Minha dica é acrescentar um pouco de manteiga de garrafa, porque ele fica muito mais saboroso!

    ACOZINHADODOUTORFOFINHO.BLOGSPOT.COM

    ResponderExcluir
  12. wu amo bolo podre nao sabia que era tao facil fazer essa delicia....vou tentar fazer depois eu digo o resultado...tchau bjos

    ResponderExcluir
  13. esse bolo e tao gostoso

    ResponderExcluir
  14. Na verdade, aqui na região Norte (Manaus-Am), tem os dois tipos do bolo podre, o doce e o salgado.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Respostas
    1. Estou em São Paulo, mas sou de São Luis - Ma. Minha mãe fazia bolo podre salgado, mas quando partiu não teve tempo de deixar a receita por escrito. Ela chamava bolo de tapioca, me lembro que ia tapioca, 3 ovos , leite de coco, manteiga, um pouco de coco fresco ralado, colher sobremesa de sal. Amassava tudo com as mãos e não deixava muito mole. Depois modelava formato de rosca com um furo no meio numa forma e deixava descansar uns 30 minutos, e ia para o forno. Desculpem mas não lembro a quantidade. Se alguém puder ajudar agradeço.

      Excluir

Seja bem-vindo/a ao blog da Vovó Cristina!

Adoro receber sua visita!

Com carinho, vovó Cristina.

Deixe seu e-mail, assim posso escrever
pra vc!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...