vovocristina.com.br

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

PUDIM SEM LEITE CONDENSADO E RECORDAÇÕES com O Voo da Águia


FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

Hoje é um dia muito especial, um dia pra todos comemorarem, 
quem não tem uma criança dentro de si, não é mesmo? 

Criei no Facebook ontem, em meu perfil pessoal, um álbum pra recordar:

Meu irmão e eu, em nosso primeiro aninho de vida,
ele em jun de 60 e eu em set de 67.

Danilo e Bia, meus filhos quando estavam com um aninho também.

Passei um dia escaneando as fotos, fazendo um flashback.

Como é bom recordar os bons momentos da vida, não é?

Falando em recordar:

Esta semana foi de saudade mesmo.

Minha filha, domingo passado, estava com saudades e me deixou assim tristinha,
porque eu aqui em Manaus e ela no Rio de Janeiro, 
fica bem complicado resolver essa questão fisicamente.

Ela postou um vídeo do Barry Manilow com a música Mandy e chorei muiiiito, 
recordando que essa era a música que meu pai mais gostava. 
Ele faleceu quando eu tinha 9 anos.

 Acho legal registar nossa conversa:

Cristina Palma Bia Palma, filha querida,

desde pequena, acho que por intuição, você sempre dizia que seu animal preferido era a águia, lembra?

Conversando ontem com o Papai Noel ( Adonai ) sobre a saudade que sinto de vocês, ele me tranquilizou dizendo que as águias são assim...na hora certa empurram seus filhotes. Contou tantos detalhes. E de fato, eu vejo que vocês cresceram tanto sem a mamãe por perto...

"Sabe como a Águia ensina seu filhote a voar? A Águia faz o ninho bem no alto de um pico rochoso. Abaixo, somente o abismo e em volta o ar para sustentar as asas dos filhotes. A águia mãe empurra os filhotes para beira do ninho. Neste momento seu coração. Se acelera com emoções conflitantes, pois ao mesmo tempo que empurra sente resistência dos filhotes em não querer ir em direção ao precipício. Para eles a emoção de voar começa com o medo de cair. Faz parte da natureza da espécie. Apesar da dor, a águia sabe que aquele é o momento, sua missão deve se completar, mas ainda resta a tarefa final: O Empurrão. A águia enche-se de coragem, ela sabe que enquanto seus filhotes não descobrirem suas asas, não entenderão o propósito de sua vida, enquanto não aprenderem a voar, não compreenderão o privilégio que é nascer águia, assim o empurrão é o maior presente que ela pode oferecer a eles. E seu supremo ato de amor, então empurrando um a um, ela os precipita para o abismo e eles voam livres após descobrirem suas asas. Mas, se ainda eles não descobrem como ela que tem uma capacidade de voar em uma velocidade incrível, quase sempre, salva seu filhote a poucos metros do solo."



Você sabe que sempre ouvi essa música (MANDY) achando ser a música preferida da sua vó (minha mãe). 
Mas, há poucos anos, descobri pela minha madrinha, que era a música que meu pai mais amava.
Ele sempre foi mesmo um mestre iluminado. Quando ele faleceu, quando eu tinha apenas 9 anos de idade, 
sabia que eu cresceria muito mais sem ele por perto.


SEI QUAL PARTE DA TRADUÇÃO DESTA MÚSICA QUE MAIS TOCOU VOCÊ:

Eu vejo uma memória

Eu nunca percebi

Como você me fez feliz 

Você veio e se deu sem nada receber,

Mas eu te mandei embora, 

E eu preciso de você hoje.

Eu estou de pé na beira do tempo
Eu fui embora quando o amor era meu
Presa em um mundo de escalada subida
As lágrimas estão em minha mente

Bia, a melhor parte de tudo isso, é saber que ESTOU AQUI, minha filha.
Meus pais, não mais, mas eu estou aqui, assistindo o seu lindo voo e eu sei que você vai longe. 
Eu sei que terão dias difíceis, mas lembre sempre de flutuar sobre os problemas. Faça uma bolinha com a sua raiva e a jogue pela janela...rsrsrs...eu sempre me lembro quando você dizia isso, e você tinha apenas 10 aninhos, lembra? Você vai tirar de letra filha...respira fundo!

Te amo, muito mais do que você imagina.



Bia Palma não tenho condições pra te responder esse texto agora, há tempos algo não me tocava tanto.
Então deixo aqui apenas um OBRIGADA, foi importante ler isso.



Cristina Palma Oh minha filha (Bia Palma)...queria muito te colocar no colinho agora e fazer um cafuné...mas daqui a pouco você vem pra cá de novo e matamos as saudades, tá?


Depois de tudo isso, meu marido, trouxe os detalhes, com todo carinho:


Carlos Adonai Vásquez Bom, não posso passar por aqui sem me impor uma contribuição pertinente.

Antes de dar o empurrão em seus "filhotes", a grande águia os leva, um por um, ao fundo da caverna escolhida no topo da mais alta montanha da região que domina. Lá, posicionando 
o filhote junto à pedra, ela dá alguns passos para trás e inicia um dos mais lindos rituais de iniciação que a natureza lhe conferiu. Ela começa lentamente a bater suas imensas asas criando uma espécie de "brisa suave”. O filhote se debate "preguiçosamente" ao ser impulsionado contra a pedra. De acordo com sua demonstração de iniciativa diante daquela novidade, o filhote sinaliza para a grande águia se está ou não preparado para sobreviver àquela brisa. Um a um, ela repete o ritual. Dias depois ela dá continuidade à iniciação. Agora, além de iniciar os movimentos para produzir a "brisa suave” ela aumenta o movimento das asas para o filhote perceber que está chegando a hora de “se movimentar” se defendendo da ação da "brisa suave” que está bem mais forte que a primeira vez. A grande águia repete este ritual de iniciação até perceber que os filhotes já conseguem planar na caverna com a lufada de ar que ela produz com o movimento de suas asas cada vez mais frenético e intenso. Ao perceber a plumagem definida de seus filhotes a grande águia os leva, um a um, para o fundo da caverna em um teste final. Na sequência, conduz o mais novo à beira do precipício e o empurra lançando-se simultaneamente com este. Ela observa os movimentos do filhote e o deixa tentar voar até que este esteja o mais próximo possível do solo. No caso de uma tentativa frustrada, a grande águia o apanha num fabuloso rasante conduzindo-o à caverna no topo da montanha. Ela fará mais alguns exercícios iniciáticos com o filhote mais jovem, no mesmo dia do teste, e o colocará novamente à prova de voo.

No caso do filhote mais jovem conseguir voar, ela retorna à plataforma de voo escolhida no precipício para repetir o teste com os demais. Em tese, pensa a grande águia, se o mais jovem conseguiu, todos conseguirão.

Ao retornar, a grande águia percebe que o primogênito já está voando próximo ao irmão mais jovem e até se arrisca em manobras próprias e loops desconcertantes. Se os demais ainda não tomaram a iniciativa de voar, aí sim, a grande águia os empurra. Contudo, o voo é monitorado, semelhante ao que fora feito com o filhote mais jovem.

Na necessidade de rasantes para salvar algum filhote, a grande águia o faz somente mais uma vez, pois em sua compreensão (instinto animal) se aquele filhote, já “moço”, não consegue voar depois de tudo que ela ensinou, ele deve mesmo se “esborrachar” nas pedras pois não terá o mínimo necessário para se defender de um predador mais tarde. E uma águia não admite ser vencida por outra espécie.

Ainda, como parte de meus comentários, faço algumas considerações, meu amor, sobre o seu texto acima:

• Você não é uma águia. É um ser humano maravilhoso e sempre estará disposta a promover “rasantes”, quantos necessários, para preservar a vida e a felicidade de seus “filhotes”. Embora, talvez um dia, o pensamento de águia possa te visitar. E quem não os teve, tem ou terá, levando em consideração a rebeldia dos filhos sem justa causa;

• O melhor de tudo não é saber que VOCÊ ESTÁ AQUI. O melhor de tudo é saber que você sempre estará pronta para colocar no colo e acalentar teus “filhotes”. Ainda que os motivos que os levarem a dor e incertezas sejam ou não relevantes;

• Os teus pais, onde quer que estejam, acompanharam a tua “iniciação”, fizeram bem a tarefa de casa. Mesmo antes de darem o último voo, sabiam que a pequena Cris seria uma grande mulher e voaria com competência no momento certo. E poderia continuar a sina da família produzindo a mesma preparação para os filhos, netos e descendentes;

• Se ainda me permitir um conselho, direi a minha “filha” do coração: Não faça “uma bolinha de raiva e jogue pela janela”. Sempre haverá o risco de a sua bolinha atingir alguém que não merece ou não precisa passar por isso. A sua raiva sairá de você, mas poderá habitar numa outra vida se o acidente se concretizar. Minha sugestão é de que olhe sempre a RAIVA por outro ângulo para descobrir o que ela pode representar. Se você inverter a palavra vai descobrir que ela pode ter outro sentido, AVIAR. Em outras palavras, aviar significa preparar o medicamento prescrito em uma receita. E as receitas sempre trazem remédio para curar um mal.

E, para finalizar a minha participação nesta postagem, vou comentar um detalhe da/na música Mandy. Observem Cris e Bia, que na última estrofe cantada, ainda que a legenda (Lettering) contenha a palavra hoje, sensivelmente Barry Manilow não pronuncia today, o que nos leva a refletir sobre a intenção do artista em que (I NEED YOU) “EU PRECISO DE VOCÊ”, não aconteça apenas por um instante, hoje ou em algum tempo. Ele pronuncia YOU (você) longo e “infinito” e habilidosamente o diretor de TV instruiu o cinegrafista que operava a grua (remeta-se a cena inicial para perceber que é a mesma câmera 3 que inicia e finaliza o clipe) a dar um zoom-out para construir no inconsciente do telespectador (ou espectador – aquele que está na expectativa) a sensação de continuidade, algo infinitamente permanente.

Espero que entendam o que eu quis transmitir com esse texto. Agora é hora de fazer exames no coração. Meu médico favorito, Dr. Olavo Luz, está de plantão no 28 de Agosto me esperando para controlar essa pressão de 19x11 de hoje. Deus esteja sempre conosco.



Cristina Palma É meu amor...que bom que você trouxe os detalhes que conversamos ontem. "Nossa" filha mais nova, vai adorar! Ela adora detalhes, né Bia Palma? Meu Papai Noel vc é incrível mesmo...obrigada por tantos ensinamentos!



Bia Palma Vocês querem me fazer chorar hoje, né danadinhos ? rss... Depois desses textos profundos e tocantes me sinto até incapaz de lhes dar uma resposta à altura.
Mas lembro como se fosse ontem sim esse meu fascínio por águias, coisas de criança rs, vai enten
der... Mas depois de saber e me identificar tanto com elas poderei dizer com propriedade o quão magnífico é esse animal e que eu estava certa em admirar tanto essa ave. 
ACALENTO, ai essa palavra... De todas que eu conheço é de longe a que eu mais gosto e nem preciso dizer o motivo rsssss.... 
E essa parte da raiva veio a calhar, ando em um período não tão calmo, digamos assim rs (mesmo com yoga, meditação e derivados), As vezes nós sabemos o que fazer, sabemos a resposta, mas simplesmente não vemos, não nos é conveniente e ter uma opinião externa nos faz avaliar com mais frieza e sensatez, gerando a vontade de mudar. Obrigada mais uma vez! 
Quanto ao precisar, ando numa fase meio rebeldezinha hahaha, já jurei de mar em mar que não preciso de ninguém e que a minha companhia por si só basta... Mas para vocês que me conhecem sabem que é coisa de adolescente né hahaha, porque lá no fundo, no meu amago eu sei que sempre irei precisar, talvez não precisar, mas lembrar com com carinho e gratidão, sem contar na imensa saudade que será uma amiga fiel pro resto da vida. Não preciso de vocês para voar, mas preciso de vocês para me atirar nesse abismo, podendo até precisar do socorro de vocês caso eu em alguma hora não consiga seguir, e ai quando eu estiver pronta, podermos voar JUNTOS e dar boas risadas no final... NEOQEAV! Palavra nenhuma irá traduzir o que meu coração grita agora, mas eu espero que vocês consigam captar isso que eu quero tanto dizer, mas que não existem meios (pelo menos não pela internet) de dizer! MILHOES DE BEIJOSSSSSSSSSSS COM MUITO AMOR E CARINHO E QUE SEU CORAÇÃO FIQUE OTIMO PAPAI NOEL!!!!



Vocês imaginem o quanto chorei?

Pois é ...mas hoje é um dia de alegrias e eu já me recuperei....rsrsrs.

Valeu muito pelos ensinamentos, claro!

Meu Papai Noel é um mestre e sempre diz:
Sem conflito, não há evolução!
Faz parte, né? 

*****


E que tal aprender a fazer o pudim sem o leite condensado?
Essa pra mim, foi novidade.

Minha amiga Sheila, me passou essa curiosa receita.

Veja como é fácil:

INGREDIENTES:

1 pacote de 400g leite em pó 
(ela usou Itambé)
4 ovos
20 colheres de sopa rasa de açúcar
400ml de água

MODO DE FAZER:

Bater todos os ingredientes por 7 minutos no liquidificador.
Leve à panela de fazer pudim, com sua forma caramelada ao fogo por 40 minutos.
Coloque pra gelar e pronto.

Se quiser decore com ameixas pretas.

Fica muito gostoso e cremoso
Receita aprovadíssima!!!

Obrigada Sheilaaaa!

OBS: ANTES DE ASSISTIR O VÍDEO,
DESLIGUE A RÁDIO NO BOTÃO NA BARRA LATERAL DO BLOG!
Pra quem quiser saber qual foi o video da nossa conversa:

30 comentários:

  1. Querida Cristina que postagem linda, e emocionante!
    A saudade é um sentimento bom e bonito, sem ela não existe amor.
    O Amor não causa dor e sim alegria, por isso a saudade vem como um bom sentimento e a gente chora porque a gente ama, sente falta da pessoa amada.
    Lindas fotos, postagem perfeita!
    E o pudim ficou super tentador!

    FELIZ DIA DAS CRIANÇAS HOJE E SEMPRE!
    FICA COM DEUS!
    BJS ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhh Andréa, é verdade minha amiga.
      Obrigada pelo carinho de sempre.

      Feliz Dia das Crianças pra vc tb.
      Beijinhos, fica com Deus.

      Excluir
  2. Uau! Q bate papo internético profundo... Muito esclarecedor tb, eu não sabia todos esses detalhes sobre os hábitos das águias, e posso dizer que aprendi uma ou duas coisinhas hj, porque é impossível não se traçar um paralelo com a nossa própria performance na tentativa de tornar ou ajudar os nossos filhos a se tornarem independentes e fortes... Queridos amigos, Cristina e Papai Noel, obrigada por compartilharem... Muito lindo!!! Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, minha dooutora preferida, essa semana o coração bateu forte...me permiti sentir tudo isso. Demora um pouco pra voltar ao normal, mas estou me recuperando.
      Obrigada pela visita, seja sempre bem-vinda!
      Te admiro muito, beijos minha querida.

      Excluir
  3. Que post lindo adorei
    bom final de semana
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luci!

      Bom final de semana pra vc tb.
      Beijos.

      Excluir
  4. super este post adorei tudo mas a receta é super bravo bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá Cristina: adorei passar por aqui. Venho agradecer a visita ao meu cantinho e também já me tornei sua seguidora.
    Bj
    Márcia

    ResponderExcluir
  6. Querida Vovó Cristina, maravilhoso esse post, também me causou lágrimas e me emocionou demais, pois nos traz lindas lembranças. Amei, ameim seu post o relato nele registrado. O pudim dispensa qualquer comentário, está de dar água na boca. Bjos querida um lindo final de semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Josy,

      adorei passar a tarde lançando sua página
      no facebook, que honra ter sido a primeira a curtir. São tão bons esses momentos, não é? Obrigada pela sua amizade.

      Beijinhos e um ótimo final de semana também.

      Excluir
  7. Que post mais lindo!!!
    Essa receita eu vou tentar!!!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chris,
      tenta sim e depois me conta.

      Beijinhos.

      Excluir
  8. anapimentel2010@gmail.com12 de outubro de 2012 19:51

    oi vovo cristina,ja tenho 62 primaveras e chorei muito com seu post
    aprendi muito tambem e vi que temos muitas afinidades.Nao tenho
    blog,mas sou leitora de muitos,inclusive do seu que amo muito.
    um abraço grande pra vc e papai noel,que Deus lhes de muita saude.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,

      resolvi registrar aqui essa conversa,
      afinal ela estava perdida nas entrelinhas
      do Facebook, achei que era muito ensinamento
      e poderia compartilhar com vocês também.
      Vivendo e aprendendo não é minha amiga?

      Obrigada pelo carinho.
      Beijos.

      Excluir
  9. Nossa Vovó, que linda postagem, estou emocionada.
    Lindas suas fotos, adorei ver.
    Que Deus dê a vc e Papai Noel, muita saude pra poder sempre estar, mesmo longe, perto dos filhos.
    Bjs e Bom Fim de Semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Vice,

      acompanhamos eles de longe, mas sempre atentos!
      Obrigada querida, desejo em dobro pra vc e sua família tb.

      Bom final de semana!

      Excluir
  10. Seu pudim ficou lindo, ótima receita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Cristina, me emocionei muito com a sua postagem, que linda e tocante!
    Mesmo sendo Mamãe coruja, tem um dia que temos que nos transformar em águia e deixa os filhos voarem, para o seu próprio desenvolvimento e felicidade.
    Ah, adorei a receita do pudim de leite em pó.Tem promoção no no Mundo do Sabor, o vencedor vai fanhar duas formas de cupcakes,aquelas de chocolate BWB!

    www.mundodosabor.blogspot.com

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ohhh...

      minha querida, realmente essa semana foi de muita emoção.

      Minha filha quando eu vim morar em Manaus tinha apenas 14 anos e agora já tem 16 anos, mas ainda precisa muito da mãe, né?
      Dentro do possível eu estou sempre presente, mas assistindo esse voo de longe.

      Vou lá, participar desta promoção, claro!
      Acredita que eu nunca fiz cupcake, uma porque não tenho a forma e nem sei onde vende por aqui...rsrsrs...quem sabe?
      Vouo ficar torcendo.

      Beijos, bom final de semana!

      Excluir
  12. Chegamos aqui por mero acaso, ou talvez não...
    Adoramos algumas das suas receitinhas e conselhos.
    Vamos certamente pôr em prática.
    Um beijinho enorme de Portugal e Parabéns pelo blog.
    Voltaremos sempre que podermos para saborearmos mais!
    mel e jasmim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mel e Jasmim!
      Voltem sempre, foi um prazer muito grande recebê-las!
      Beijinhos.

      Excluir
  13. Obrigada Mel e Jasmim!
    Voltem sempre, foi um prazer muito grande recebê-las!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  14. Ufa..... Para ler este Blog tem que estar com o emocional em dia. Realmente, emocionante. Cristina, passa lá no Blog que tem um presentinho para ti. Bjus...

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Essa postagem é uma das mais emocionantes mesmo. E de vez em quando passo por aqui pra reler, pq não é fácil esse exercício de assistir os filhos voarem. Hoje é o dia das mães de 2016 e devo registrar que tive um momento de emoção forte pela manhã e depois fui conferir que era minha filha escrevendo pra mim e chorando no exato momento eu captei a 4000km de distância. Incrível essa ligação! Mesmo distante, sempre conectadas com amor.

    ResponderExcluir
  17. Em maio de 2017 a Bia veio passar o dia das mães em Manaus...é sempre uma visita rápida pra colocarmos o papo em dia. Hoje dia 1° de agosto minha filha do coração mandou uma msg linda da águia e na hora me lembrei dessa postagem e redirecionei esse link pra ela e reli tuuudo de novo...😭 ahhh evolução...como é difícil essa tal maturidade emocional!
    Beijinhos pra todos.

    ResponderExcluir
  18. Em maio de 2017 a Bia veio passar o dia das mães em Manaus...é sempre uma visita rápida pra colocarmos o papo em dia. Hoje dia 1° de agosto minha filha do coração mandou uma msg linda da águia e na hora me lembrei dessa postagem e redirecionei esse link pra ela e reli tuuudo de novo...😭 ahhh evolução...como é difícil essa tal maturidade emocional!
    Beijinhos pra todos.

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo/a ao blog da Vovó Cristina!

Adoro receber sua visita!

Com carinho, Vovó Cristina.

Deixe seu e-mail, assim posso escrever
pra vc!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...