vovocristina.com.br

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

INGÁ, mais uma fruta da Amazonia



Olá meninos e meninas, essa semana conheci mais uma fruta nova aqui da Amazonia: o Ingá.
Tem um gostinho bem adocicado, mas o formato é bem estranho pra mim. Não me arrisquei a manuseá-lo mas aceitei a provinha da fruta. Claro que todas essas novidades eu sempre lembro de trazer para vocês conhecerem, afinal esse "Brasilzão" tem tanta coisa que desconhecemos, não é?





Aqui vai um texto oficial que copiei da Wikipédia:

O Ingá, fruto da Ingazeira, é muito procurado pela fauna e pelo homem por suas sementes envolvidas pela sarcotesta branca e adocicada. De acordo alguns, ingá é nome de origem indígena, - que significa "embebido, empapado, ensopado", devido talvez à consistência de sua polpa aquosa que envolve as sementes. O ingazeiro costuma apresentar floração mais de uma vez por ano.

São conhecidas cerca de 300 espécies do gênero Inga, e o atual centro de diversidade do gênero é a floresta amazônica. Em geral, os ingás preferem nascer às margens dos rios, devido à grande quantidade de sementes levadas e depositadas nas várzeas pelas enchentes.



Todas as espécies de ingá produzem frutos em vagens, que podem atingir até mais 1m de comprimento, dependendo da espécie, mas no geral, a maioria das espécies possuem frutos com até cerca de 10 – 30 cm de comprimento. 

A polpa que envolve as sementes, denominada em termos corretos de sarcotesta é branca, levemente fibrosa e adocicada, bastante rica em sais minerais, e é consumida ao natural. Também é usada na medicina caseira, sendo útil no tratamento da bronquite (xarope) e como cicatrizante (chá).




32 comentários:

  1. Tenho uma arvore destas no meu quintal,ela é boa pois produz bastante sombra, mas abaixo dela nao nasce mais nenhuma arvore, cai muita folha no inverno e na epoca da florada solta uma florzinha branca que parece uma penugem, meu patio esta sempre sujo, fica trabalhoso ter no quintal, para um sitio vai bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde é esse quintal abençoado? Manda por sedex?

      Excluir
  2. Vovó... esta fruta é deliciosa...

    ResponderExcluir
  3. Que legal Fabrício! Vamos ver pelo lado positivo, porque uma sombra nesse solzão daqui é tudo de bom, né?

    Olá Jana, é verdade...uma fruta deliciosa!

    ResponderExcluir
  4. ESTAMOS SEMPRE APRENDER , UM FRUTO BEM INTERESSANTE DENTRO DE UMA VAGEM.
    ACHEI A ÁRVORE LINDA.
    BOA SEMANA
    BJS

    ResponderExcluir
  5. Desconhecia por completo a existência dessa frutinha, estamos sempre a aprender! Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. OLÁ QUERIDA AMIGA!
    MAIS UMA RIQUEZA NESTE LUGAR LINDO, PARECER SER UMA DELICIA MESMO.

    TENHA UMA ÓTIMA SEMANA!
    BEIJOS.....

    ResponderExcluir
  7. Vovó, meu pai sempre dizia, vivendo e aprendendo. Porisso que digo minha amiga querida, se eu ganhasse na Mega Sena o lugar que eu iria conhecer seria o nosso Brasil, tem muitos, e muitos lugares que gostaria muito de conhecer, e apreciar as culturas culinárias, frutas, etc. e depois sim, ai iria para Portugal hehehe, outro lugar que adoraria conhecer. Diferente essa fruta né? Mas se vc diz que é gostosa, então é. Pena que moramos longe hehe. Obrigada por compartilhar conosco essas maravilhas da natureza...bjoca ótima semana

    ResponderExcluir
  8. Vovó!! Que maravilha podermos conhecer toda esta diversidade que existe por aqui, não é? Muito obrigada por partilhar e dar-nos a oportunidade de conhecer! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Nossa agora vc me fez lembrar da minha infância no interior de Minas, onde ir ao supermercado era coisa para poucos, tudo era muito longe.
    Um dos frutos que tínhamos em nossa propriedade era o Ingá e também pés de mamão,laranja e banana, mas do Ingá tenho mais saudades pois não é encontrado em supermercados como as outras.
    Bons tempos aquele.
    Beijos e boa semana.
    Vanessa

    ResponderExcluir
  10. Na minha terrinha Recife Pe tem ingá, é uma delícia.

    ResponderExcluir
  11. O ingá só conhecia de nome, não fui apresentada a ele ainda...
    Um lugar onde morei que tive oportunidade de provar muita fruta diferente foi em Recife.
    Boa semana!

    ResponderExcluir
  12. Bons tempos que tinha um pé de ingá no quintal da casa dos meus pais lá em Jaboatão. Faz muito tempo que não como essa saborosa fruta, ótimas lembranças Cristina. Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Olá ,quando criança morava em uma reseva(parque ecologico do Jurupará)da mata atlantica e lá era comum o ingá,mas era um pouco diferente por fora,a casca é escura(preta)mas dentro é igual deu até vontade de comer novamente.bjs

    ResponderExcluir
  14. nunca tinha visto, nem ouvido falar de tal frutinha esquisita...

    Já fiz o teu bolo cremoso de milho e amanhã vou publicar a receita.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Que bom recordar bons momentos! Fico feliz por poder compartilhar com vocês tudo que aprendo a cada dia também. Amo vcs, beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vovó Cristina a casca de ingá serve como chá para crianças com tosse

      Excluir
  16. Que legal, eu não conhecia essa fruta. Super interessante!
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Vovó Cristina, só pra avisar que meu presente chegou e postei hoje no meu blog, muito obrigada, fiquei muito feliz... Bjos fique com Deus...Ótimo final de semana

    ResponderExcluir
  18. Nossa que delicia, eu comia essa fruta quando era pequena. No rancho que tinhamos no interior do MS o nosso vizinho tinha um pé de ingá. Mas acho que o pé morreu e eu tbm não temos mais o rancho. Gostaria de poder comer de novo. Mas aqui no interior de Sp é praticamente impossível achar frutas diferentes. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que a maioria dos riozinhos virou esgoto... Faz muito tempo, melhor nao dizer qto, eu comia ingá, em Sorocaba-SP, tinhamos tomate japones, lima da persia, jambo, um enorme cajueiro... mas tudo passa, assim que há que viver e bem os momentos doces que a vida nos reserva.

      Excluir
  19. Cris ,
    agora você me remeteu a minha infância, que saudade!
    Eu comia ingá debaixo do pé qdo criança e era uma verdadeira farra lá no Espirito Santo.
    Adoro essa fruta que hoje está tão rara e é uma pena!
    Só vc para me proporcionar tamanha emoção!!!
    Bjkinhas amiga

    ResponderExcluir
  20. OI td Bem , como Inga desde crinça e descobri uns pés dessa fruta aqui em foz do iguaçu - pr sempre vou la buscar é uma delicia , abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi ...tudo bem! Que legal encontrar essa fruta por aí, deixe seu e-mail e seu nome, até a próxima!

      Excluir
  21. ola vovo cristina, aqui e´ vó marta, comprei 1 sitio em biritiba-mirim,só que lá mais parece 1 parque aquático, só tem água,mas tem 1 belo pé de inga,acerola e limao,sao as frutas que nascem lá,temos outras arvores frutiferas, mas nao crescem e nao dao frutos.alias o pe de inga esta carregado de frutos e eu nao sei tirar proveito.

    ResponderExcluir
  22. Vovó pode comer sem medo é uma deliciaaaa, pra abrir ela vc da uma torcidinha pra um lado, e para o outro e ela abre ai vc come a parte branquinha, é docinha nusss, qnd eu era criança eu amavaaaa mas minha vó vendeu a casa onde tinha o pé de inga, nunca mais comi, aiii que saudades!

    ResponderExcluir
  23. Ai que saudade!!! Comia muito quando era criança. Uma vizinha tinha uma árvore em seu quintal.... mas , as famílias crescem e as árvores dão espaço a mais quartos. rsrs dura realidade. Estamos perdendo as coisas boas da vida.
    Queria encontrar mais.... alguém tem uma árvorezinha dessa aqui no RJ???

    ResponderExcluir
  24. Por incrível que pareça o vento forte que teve aqui em Manaus retirou todos os pés de ingá que tinham no terreno onde peguei esse frutos. A natureza quando fica revoltada, não tem quem segure mesmo, né?

    ResponderExcluir
  25. dino.weber@ig.com.br

    ResponderExcluir
  26. Uma curiosidade o que vocês conhecem como ingá, en Bolívia se conhece está fruta pelo nome de pacay principalmente en Cochabamba

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo/a ao blog da Vovó Cristina!

Adoro receber sua visita!

Com carinho, Vovó Cristina.

Deixe seu e-mail, assim posso escrever
pra vc!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...